Notícias

Radares e câmeras de videomonitoramento começam a funcionar nesta sexta em Londrina
01 Out
CMTU

Radares e câmeras de videomonitoramento começam a funcionar nesta sexta em Londrina

O trânsito em Londrina passa a contar com mais 35 áreas monitoradas por equipamentos de radar (fixo e misto) e outras 20 câmeras de videomonitoramentopartir desta sexta-feira (1º). O acionamento dos dispositivos, que integram a segunda e última fase do processo de implantação do novo sistema de fiscalização eletrônica na cidade, visa diminuir o número de acidentes e óbitos em função do excesso de velocidade, bem como coibir infrações.

A ativação dos equipamentos foi precedida do trabalho de sinalização promovido pela CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização) em cada um dos locais. A ação foi executada durante a instalação dos aparelhos, que em seguida foram aferidos e receberam licença para operar. A última etapa consistiu no desenvolvimento de atividades educativas nas ruas para divulgar os novos pontos.

O município de Londrina tem, aproximadamente, 20 mil cruzamentos. No total, são 271 cruzamentos com semáforos. Após essa segunda etapa de instalação, apenas 24 cruzamentos serão monitorados por equipamentos eletrônicos de fiscalização. 

Dados do setor de trânsito apontam uma diminuição de acidentes no período de janeiro a setembro de 2020 com o mesmo período em 2021. No ano passado foram registrados 2.179 acidentes contra 2.076 neste ano. O número de vítimas também apresentou redução, caindo de 2.590 vítimas para 2.425.

Outro número relevante é a queda no número de óbitos. Desde que os aparelhos de segurança foram instalados, em junho de 2021 até o mês de setembro, foram registradas 17 mortes no trânsito. No mesmo período de 2020, o número de óbitos foi de 29. No mesmo período (junho a setembro), o registro aponta para quatro mortes de motociclistas em 2021.

Em 2020 foram 23 óbitos (janeiro a setembro) contra 17 motociclistas que perderam a vida em 2021. De junho a setembro de 2020, nove motociclistas perderam a vida no trânsito, contra cinco no mesmo período deste ano.

Com os dispositivos em funcionamento, Londrina passa a ter, no total, 65 regiões cobertas pela fiscalização de velocidade, tanto do tipo radar fixo ou radar fixo misto. Na modalidade mista são flagradas, além do abuso de velocidade, irregularidades como parada sobre a faixa de pedestres e avanço do sinal vermelho. O município passa a dispor, também, de 40 zonas de videomonitoramento, capazes de flagrar, por exemplo, situações de estacionamento proibido.

Parte dos instrumentos está em uso desde o dia 1º de julho, quando a CMTU fez o acionamento de 30 radares e 20 câmeras, após ter orientado os condutores por 30 dias. A estreia da tecnologia marcou ainda a inauguração do Complexo de Fiscalização e Monitoramento Eletrônico, instalado na sede da Diretoria de Trânsito, na avenida Portugal, região sul de Londrina.

O espaço concentra o CVA (Centro de Validação de Autos), o CTE (Centro de Talonário Eletrônico), além do CCO (Centro de Controle Operacional). Juntos, eles oferecem a infraestrutura necessária para o acompanhamento, recepção de imagens/vídeos das vias, processamento de dados para análise, lavratura de autuações e emissão de alertas.

Para o diretor de Trânsito da CMTU, Major Sérgio Dalbem, a ampliação da fiscalização remota vem para melhorar as condições de tráfego e trazer mais segurança a pedestres e motoristas. Ele esclareceu que a implantação do sistema tem caráter educativo, com foco na preservação da vida. “Boa parte das mortes ocorre em função da alta velocidade e a nossa intenção é reduzir ao máximo essa possibilidade. Por isso, estamos investindo na fiscalização e na conscientização para o respeito à faixa”, destacou.

 Já o presidente da Companhia, Marcelo Cortez, explicou que, com o monitoramento em tempo real proporcionado pelas câmeras, a expectativa é que a CMTU consiga atuar com mais rapidez, por exemplo, nos casos de acidentes e congestionamentos. “É uma tecnologia que vai auxiliar em muito a gestão do trânsito no município. Todos os pontos contemplados estão bem sinalizados e, agora, cabe ao condutor dar bom exemplo e respeitar a nova dinâmica das vias”, afirmou.

O contrato da companhia com o Consórcio Londrina Segura – vencedor da licitação para o fornecimento do serviço – tem validade de 12 meses, com possibilidade de prorrogação para até quatro anos. A lista dos locais atualmente atendidos pela fiscalização eletrônica pode ser verificada no endereço eletrônico cmtu.londrina.pr.gov.br. Confira abaixo a relação dos novos lugares contemplados.

Pontos com radar fixo + fixo misto

 • Av. Saul Elkind cruz. R. Joaquina Oliveira Perfeito

• Av. Saul Elkind cruz. R. Luis Brugin

• R. Humaitá cruzamento R. Ana Maria Moreno Menezes

• Av. Tiradentes, 43

• Av. Juscelino Kubitscheck cruz. R. Mossoró

• R. Guaporé cruz. Av. arcebispo Dom Geraldo Fernandes

 Pontos somente com radar fixo

 • Av. Francisco G. Arruda, 628

• Av. Café Rubiácea,1541

• Av. Luigi Amorese, 5390

• Av. Francisco Gabriel Arruda, 947

• Av. Presidente Castelo Branco, 50M antes do entroncamento com r. Maria Judith Felício

• Av. Presidente Castelo Branco, 1577

 

 

 

Créditos: Bonde/N.com

Última modificação em Sexta, 01 Outubro 2021 11:01
REDES SOCIAIS:
Image
Image
RÁDIO NORTE 100.3
CONTATO@RADIONORTELONDRINA.COM.BR
(43) 3367-4003

Rádio Norte Londrina a sua melhor companhia!
Image
RÁDIO NORTE 100.3
CONTATO@RADIONORTELONDRINA.COM.BR
(43) 3367-4003

Rádio Norte Londrina a sua melhor companhia!
Image