Notícias

Londrina amplia vagas em república para mulheres em situação de rua
28 Jun

Londrina amplia vagas em república para mulheres em situação de rua

Escrito por

A Prefeitura de Londrina ampliou para 30 o número vagas de moradia para as mulheres em situação de rua na cidade. A assinatura do Termo de Colaboração com a Organização da Sociedade Civil Ministério de Missões e Adoração Interdenominacional do Brasil (OSC MMA) aconteceu no gabinete do prefeito Marcelo Belinati (PP), nesta segunda-feira (27).

O objetivo da república feminina de supervisão moderada é abrigar as mulheres que estão em situação de rua, para que elas tenham um local para morar, recebam a alimentação adequada e participem de diversos programas sociais, que a ajudem a se tornar independentes no futuro.

Neste serviço, as moradoras recebem orientação de um educador social e da equipe de assistentes sociais. O educador social permanece 24 horas por dia acompanhando, orientando e conduzindo a divisão de tarefas domésticas, como a limpeza dos ambientes e das roupas, o preparo das refeições e a administração da casa, que é de responsabilidade das mulheres acolhidas.

Além disso, os profissionais de assistência social direcionam as mulheres para os serviços de educação, capacitação e qualificação profissional, e de habitação social, por meio da Trilha da Cidadania, projeto ganhador de diversos prêmios. Com isso, elas podem voltar a estudar, aprender um ofício, se profissionalizar, se inscrever em vagas de emprego e, no futuro, conquistarem uma moradia própria. Tudo isso as levará a uma vida independente e com autonomia plena.

As mulheres que vão residir na república já foram selecionadas pela Assistência Social, que começará a ampliação nesta semana. Podem morar nesse ambiente mulheres com ou sem filhos, sendo que estes devem ser menores de 18 anos. As atendidas passam por avaliação semestral e podem residir nessas casas por, no mínimo, um ano e até alcançarem a autonomia.

Investimentos

Para ter esse serviço, a administração municipal repassará R$ 840 mil por ano, para a MMA, que é a entidade executora selecionada por meio do edital público nº 002/2022, aberto pela Secretaria Municipal de Assistência Social.

Segundo o presidente da MMA, Juciano Pires Massacani, desde 2016, a entidade vem atendendo as pessoas em situação de rua, sendo que 15 mulheres já passaram pelo serviço e conseguiram conquistar a independência e a autonomia, e a reintegração na sociedade. “Essa parceria é importante para a entidade e para o Município, porque vai atender um público que está vulnerável na cidade e a gente sabe que tem aumentado muito o número de mulheres em situação de rua. Trazendo esse projeto, que faz parte do Trilha da Cidadania, vamos contribuir para que essas mulheres tenham novos destinos e ali recebam todo suporte para poderem crescer e terem um plano de vida”, explicou Massacani.

Hoje, a OSC MMA executa dois serviços conveniados ao Município, que são a república moderada e a república leve. No primeiro caso, 15 mulheres já vêm sendo atendidas e, no segundo, outras oito, estão no atendimento. Agora, com a ampliação, a república moderada passará a contar com 30 vagas. A diferença entre as repúblicas está no fato de que na moderada há um educador social 24 horas por dia acompanhando e orientando as mulheres acolhidas. Já na república leve não é mais necessária a presença constante de um profissional, pois as mulheres já avançaram na conquista da autonomia e independência, conseguindo cuidar e manter a casa sozinhas, ou seja, é uma fase posterior à república moderada.

Para a presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Ana Carolina Ferreira, a implantação de mais uma casa de república feminina demonstra o alinhamento da Secretaria Municipal de Assistência Social às necessidades das mulheres de Londrina, sendo possível ver a seriedade dos trabalhos feitos pela Prefeitura de Londrina. “Desde o ano passado, quando comecei a fazer o acompanhamento das entidades, vi que é um trabalho sério pela forma que ele está organizado e que não é assistencialismo. Isso faz com que, cada vez mais, a gente possa ter subsídio para executar as políticas públicas”, disse.

Parcerias

Com o objetivo de levar autonomia para as mulheres, a Assistência Social conta com a ajuda de outras pastas, como a Secretaria Municipal do Trabalho, Emprego e Renda e a Companhia de Habitação de Londrina (Cohab).

A Cohab ajuda com o auxílio moradia, que visa dar atendimento às mulheres que estão saindo das repúblicas, depois de anos de acompanhamento, ou seja, a se reinserirem na sociedade.

Já segundo o secretário de do Trabalho, Emprego e Renda, Gustavo Santos, a SMTER faz o cadastramento das mulheres no Sine e, ao conhecer o perfil delas, consegue direcioná-las para a qualificação profissional e posterior encaminhamento às vagas de trabalho disponíveis.

Créditos: Tem Londrina

Inscrições do PSS para professores abrem nesta sexta no Paraná
10 Jun

Inscrições do PSS para professores abrem nesta sexta no Paraná

Escrito por

Começa às 16h desta sexta-feira (10) o período das inscrições do Processo Seletivo Simplificado (PSS) de professores e professores pedagogos temporários para 2023. O prazo vai até as 16h do dia 07 de julho.

A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed-PR) afirmou que deve contratar cerca de 20 mil professores pelo PSS durante o ano 2023, em todos os 32 Núcleos Regionais de Educação (NREs), na educação básica — para todas as disciplinas da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e também em 12 diferentes eixos tecnológicos da educação profissional, com dezenas de áreas de atuação, desde agroindústria até programação, passando por enfermagem, administração, nutrição, logística, entre outros.

Segundo o governo, a remuneração do professor do PSS passou a ser de R$ 5.545,00 (incluindo gratificação e vale-transporte) para a jornada de 40h. Os requisitos mínimos para cada função e mais detalhes deste PSS estão disponíveis no edital.

Inscrições

O processo seletivo será realizado pelo Instituto Consulplan e a inscrição terá duas categorias: Educação Básica e Educação Profissional, sendo que o candidato poderá optar por fazer uma ou duas inscrições – podendo ser duas na mesma categoria. Será possível se inscrever em apenas um Núcleo Regional de Educação (NRE), com opção por até dois municípios do núcleo (ou área, no caso da Educação Profissional).

A taxa de inscrição é de R$ 40 para o candidato que optar por uma inscrição e de R$ 60 para duas. Das 16h do dia 10 até as 16h do dia 13 de junho, poderá solicitar a isenção da taxa pelo site do instituto quem for inscrito no CadÚnico (Cadastro Único para programas sociais do governo federal), membro de família de baixa renda (aquela que possua renda familiar mensal de até três salários mínimos), doadores de sangue ou de medula óssea, além de prestadores de serviço da Justiça Eleitoral, como mesários.

Seleção

A seleção dos profissionais será composta por prova objetiva, prova de títulos e prova prática, todas de caráter classificatório — também valerá na pontuação total o tempo de serviço. As vagas são de até 40 horas semanais para professor e de 20 horas ou 40 horas semanais para professor pedagogo.

Novidade no processo seletivo deste ano, a prova prática terá duas etapas: a elaboração de um plano de aula, correspondente ao componente curricular escolhido na inscrição, e um vídeo de 8 a 10 minutos, que mostre a aplicação do plano de aula de forma prática: simulando uma aula com os estudantes (para professores) ou a ação desenvolvida pelo pedagogo na escola (para pedagogos).

A divulgação da relação provisória das inscrições será no dia 08 de agosto e a consulta dos locais e orientações sobre a prova objetiva no dia 15 do mesmo mês, no site do Instituto Consulplan. As provas, para a(s) disciplina(s)/área(s) escolhida(s) serão aplicadas simultaneamente nos municípios-sede dos NREs no dia 21 de agosto, com a divulgação dos gabaritos oficiais preliminares no dia seguinte.

Os resultados do PSS, provisório e final, serão divulgados em setembro e outubro, respectivamente.

Créditos: Tem Londrina

GM intensifica ações de fiscalização de trânsito em Londrina
07 Jun

GM intensifica ações de fiscalização de trânsito em Londrina

Escrito por

A Guarda Municipal (GM) de Londrina, continua a fiscalização de trânsito, incluindo veículos barulhentos em Londrina, por meio da lei municipal que instituiu penalizações a esse tipo de irregularidade e outras infrações do Código Brasileiro de Trânsito (CRB).

Durante a noite do último sábado (4), as equipes da GM realizaram uma blitz em uma avenida da região norte da cidade.

Ao todo, foram lavrados 39 autos de infração de trânsito e recolhidos cinco veículos, sendo quatro carros e uma motocicleta, por conta de pendências na documentação.

As operações devem continuar na cidade.

Créditos: Tem Londrina

Metade dos paranaenses não atualizou as vacinas contra a covid-19
06 Jun

Metade dos paranaenses não atualizou as vacinas contra a covid-19

Escrito por

Segundo dados do Vacinômetro Nacional, cerca de 4,3 milhões de paranaenses ainda não tomaram a dose de reforço e 1,3 milhão deixaram de fazer a segunda dose convencional. O número de pessoas que ainda não atualizaram o imunizante, representa 48% da população do estado, ou seja, quase metade da população está com a dose desatualizada, praticamente com baixa proteção contra o coronavírus.

De acordo com o secretário, o imunizante adicional é uma maneira de expandir a proteção e conter casos mais graves da doença. “A dose extra é ideal para possibilitar uma camada maior de resistência contra o vírus. Embora este seja um período mais acentuado de confirmações de casos, é possível notar como a eficácia da vacina tem contido as complicações e agravamentos da covid-19 em todo o estado”, enfatizou o secretário.

Quarta dose

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) vai liberar a segunda dose de reforço (ou 4ª dose) da vacina contra a covid-19 para pessoas a partir de 50 anos e demais trabalhadores da saúde. O secretário da Saúde, César Neves, esteve em Brasília e havia solicitado a readequação da estratégia ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), considerando o aumento de casos de coronavírus e de síndromes respiratórias.

“O parecer positivo do Ministério é de grande importância, sobretudo com o aumento recente de casos confirmados no Paraná. Como sempre reafirmamos, a vacinação é a principal ferramenta de combate ao vírus, daí a necessidade de ampliar sua oferta”, afirmou.

Créditos: Tem Londrina

Edital de concurso público da Guarda Municipal é publicado; confira
02 Jun

Edital de concurso público da Guarda Municipal é publicado; confira

Escrito por

A Prefeitura de Londrina divulgou ontem o edital referente ao concurso público para a contratação de 35 guardas municipais e formação de cadastro de reserva. A remuneração inicial é de R$ 3.364,77, para uma jornada de 36 horas semanais. As inscrições para a seleção poderão ser feitas de 10 de junho até 4 de julho, e a primeira fase do concurso, composta pelas provas objetiva e discursiva, está marcada para o dia 7 de agosto.

Posteriormente, para os candidatos aprovados na etapa inicial, haverá testes de aptidão física de caráter eliminatório, conduzidos entre 18 e 20 de setembro.

O edital também pode ser acessado no site da Prefeitura de Londrina e no site da COPS da UEL.

Para se inscrever no concurso público, é preciso ter concluído o ensino médio e possuir 18 anos completos na data da investigação de conduta — que será realizada após a conclusão das etapas anteriores — entre outros requisitos. A taxa de inscrição é de R$ 43, e deverá ser paga até 5 de julho, sendo que servidores públicos municipais e pessoas desempregadas ou inscritas no Cadastro Único poderão requerer a isenção até 9 de junho.

Dentre as 35 vagas imediatas, quatro são reservadas para afro-brasileiros e duas para pessoas com deficiência. Ao se inscreverem para o concurso, as pessoas com deficiência deverão apresentar, por meio do sistema eletrônico, laudo médico datado de no máximo 60 dias antes da publicação do edital. Já os afro-brasileiros, além de fazer a autodeclaração, deverão comparecer às entrevistas de confirmação previstas para os dias 27 e 28 de agosto.

Segundo a secretária de Recursos Humanos, Julliana Bellusci, após a abertura do prazo de inscrições, a SMRH promoverá uma live para orientar os candidatos sobre as principais informações relativas ao concurso. “Um dos principais aspectos que os candidatos devem ter em mente é que, apesar das 35 vagas inicialmente previstas, poderá ser convocado um número muito maior de guardas municipais durante a validade do concurso. Nos concursos anteriores, foram convocados 250 guardas em cada processo. Por isso, o número de vagas imediatas não deve ser visto como um obstáculo”, explicou.

Concurso: GM de Londrina estima 20 mil inscrições para 35 vagas
30 Maio

Concurso: GM de Londrina estima 20 mil inscrições para 35 vagas

Escrito por

A Prefeitura de Londrina informou que vai anunciar um edital para concurso da Guarda Municipal da cidade, nesta semana. As provas serão realizadas pela Coordenadora de Processos Seletivos da UEL (COPS).

De acordo com o secretário municipal de Defesa Social, Tenente-Coronel Pedro Ramos, estão previstas 35 vagas para este concurso, para suprir o quadro de servidores da corporação. Ele avalia que o concurso poderá contar com mais de 20 mil inscrições. Todas as informações como datas, locais de prova e valores serão anunciados durante a semana.

Todas as informações sobre o concurso da Guarda Municipal em Londrina poderão ser acompanhadas no site da COPS ou da Prefeitura de Londrina.

Créditos: Tem Londrina

Saúde recomenda uso de máscaras em locais fechados no Paraná
24 Maio

Saúde recomenda uso de máscaras em locais fechados no Paraná

Escrito por

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) reforçou, nesta segunda-feira (24), a recomendação para a utilização de máscaras em ambientes fechados e situações de risco no Paraná. Embora o uso não seja obrigatório, a pasta faz um alerta para a situação da covid-19 no estado, reforça o uso da proteção em locais de aglomeração, além de defender a importância da continuidade da vacinação, principalmente com o aumento no número de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), como covid-19 e influenza.

“Observamos um aumento no número de casos de síndromes gripais e, embora esse crescimento já fosse esperado pela queda na temperatura e a proximidade do inverno, é preciso manter os cuidados básicos, como a utilização de máscaras em determinadas ocasiões e, principalmente, a vacinação contra essas doenças. A vacinação tem evitado o agravamento da covid-19 e da gripe”, disse o secretário da Saúde, César Neves.

A não obrigatoriedade do uso de máscaras está na resolução 243/2022 da Sesa, publicada há quase dois meses. O documento salienta que a utilização da máscara é uma recomendação, mas orienta sobre excepcionalidades onde o uso é indispensável, como em situações com aglomerações de pessoas, acesso e atendimento em unidades de saúde e por pessoas elencadas como grupos de risco.

“A não obrigatoriedade do uso não significa que a máscara passou a ser inutilizável. Desde o início a Sesa tem recomendado o uso em situações excepcionais e por mais de um ano a população pode comprovar a efetividade do uso deste acessório que tanto nos poupou da infecção pelo vírus da covid-19”, disse o secretário.

Dados da Saúde

De acordo com a Sesa, nesta segunda-feira (23), mostram que em maio o Paraná registra pouco mais de 49 mil casos de covid-19, um aumento de quase 80% comparado a abril, quando o estado somou 27,4 mil diagnósticos positivos. O número de óbitos é menor: 76 em maio e 102 em abril.

O Informe Epidemiológico da Influenza, divulgado uma vez por mês, também apresenta um aumento considerável. No dia 6 de abril, o documento somava 680 casos de síndromes gripais, sendo que 159 eram por Influenza e 521 por outros vírus (incluindo a covid-19). Já no último dia 11, os casos somaram 1.005 diagnósticos, sendo 195 por Influenza e 810 por outros vírus.

Vacinação

Segundo os dados do Vacinômetro Nacional, o Paraná aplicou mais de 25 milhões de vacinas contra a covid-19. Até agora, 89% da população paranaense tomou a primeira dose ou a dose única (DU), 81% registram a segunda dose ou única e 42% possuem terceira dose ou primeira dose de reforço. Segundo os dados da Sesa, mais de 1,3 milhão de pessoas não retornaram para tomar a segunda dose e 4,3 milhões são considerados “faltosos” para a dose de reforço.

“A população precisa se conscientizar da importância da completude do esquema vacinal. Quem tomou a primeira dose deve retornar para a segunda aplicação e em seguida para a dose de reforço, assim como quem tomou a segunda dose não deve desconsiderar a terceira aplicação”, reforçou o secretário.

Créditos: Tem Londrina

Ratinho afirma que vai apoiar Bolsonaro nas eleições deste ano
23 Maio

Ratinho afirma que vai apoiar Bolsonaro nas eleições deste ano

Escrito por

O governador Ratinho Junior (PSD), afirmou nesta sexta-feira (20), que pretende apoiar a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL). Apesar disso, afirmou também que irá respeitar as convenções nacionais do partido dele, o Partido Social Democrático (PSD), que é presidido por Gilberto Kassab.

A declaração aconteceu durante a assinatura de uma ordem de serviço na Rodovia dos Minérios (PR-092), que liga as cidades Curitiba e Almirante Tamandaré.

“Eu tenho uma gratidão muito grande pelo presidente Bolsonaro porque o governo federal foi muito importante para o Paraná nestes últimos três anos”, disse o governador do Paraná.

O projeto mais simbólico entre os governos foi planejado pelo Ministério da Infraestrutura. Bolsonaro e Ratinho foram parceiros na criação do novo modelo de pedágio, que aumentou para 42 o número de praças e que possivelmente deverão entrar em operação em 2023.

O PSD não definiu ainda qual será o posicionamento nas eleições presidenciais de outubro. O posicionamento deve ser definido nas convenções nacionais, que acontecerão entre o final de julho e agosto.

Créditos: Tem Londrina

Viaduto Bratislava em Cambé está 75% concluído, diz governo
16 Maio

Viaduto Bratislava em Cambé está 75% concluído, diz governo

Escrito por

Chegou a 75% de conclusão a obra do viaduto Bratislava, em Cambé, na Região Metropolitana de Londrina. O viaduto está sendo erguido no km 163 da BR-369, na interseção da Avenida Brasil com a estrada Bratislava. A obra tem como objetivo organizar e agilizar o tráfego no local, beneficiando quem transita no sentido centro de Londrina ou para outras cidades da região ou, ainda, os que seguem para Maringá, no Noroeste.

A previsão do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) é de liberar a pista principal ainda neste mês de maio e concluir a obra até o final de junho, caso as condições climáticas sejam favoráveis.

O trecho integra o Contorno Sul do município. De acordo com a Prefeitura de Cambé, passam pelo local em média 26 mil veículos/dia, sendo cerca de 6 mil veículos pesados.

Na interseção da Avenida Brasil com a Estrada Bratislava, o trecho foi rebaixado e o projeto contempla, ainda, a construção de duas alças de acesso separadas, que darão continuidade à Avenida Brasil e à Bratislava, em um trajeto de aproximadamente 800 metros.

Como forma de dar celeridade ao processo, a obra seguiu o regime de contratação integrada (RDCI).

Créditos: Tem Londrina

Londrina faz mutirão de cadastro para programa nacional de habitação
06 Maio

Londrina faz mutirão de cadastro para programa nacional de habitação

Escrito por

A Companhia de Habitação de Londrina (Cohab) promove, nesta sexta-feira (6), das 9h às 17h30, e sábado (7), das 9h às 13h, um mutirão de cadastramento voltado aos interessados em financiar um imóvel por meio do programa Casa Verde e Amarela. Também será realizada a simulação da aquisição de apartamentos pelo programa, cujos financiamentos são executados com recursos da Caixa Econômica.

As ações serão conduzidas na sede da Cohab-Ld, localizada na Rua Pernambuco, 1.002.

Voltado às famílias com renda mensal total entre R$ 1.600 e R$ 4.000, o mutirão oferece diversas condições vantajosas. Entre elas, estão subsídios de até R$ 39 mil por parte do governo Federal; subsídios no montante fixo de R$ 15 mil concedidos pelo governo do Estado; e isenção do ITBI, tributo municipal, para aquisição do primeiro imóvel.

Os imóveis contemplados são de empreendimentos realizados por construtoras parceiras da Cohab e, para que seus preços sejam acessíveis à comunidade, a Companhia estabeleceu que devem ser comercializados em valores de até no máximo R$ 158 mil, sendo que há diversas unidades com preços consideravelmente abaixo desse teto. Além disso, as construtoras parceiras são beneficiadas através de medidas que incluem a isenção do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) e do IPTU do terreno durante o período de construção, entre outras concessões.

O presidente da Cohab-Ld, Luiz Cândido de Oliveira, destacou que o objetivo do mutirão é proporcionar condições vantajosas para que as famílias contempladas possam adquirir seu primeiro imóvel, no âmbito da habitação de interesse social. “É importante ressaltar que, quando se fala da renda familiar, estamos falando do valor composto pela renda de todas as pessoas que moram na mesma casa. Por isso, se cada pessoa de um casal recebe R$ 800, essa família já tem renda mensal de R$ 1.600 e pode se inscrever para receber o financiamento”, disse.

Documentos necessários

Para realizar o cadastro, é preciso comparecer munido dos seguintes documentos: RG e CPF; carteira de trabalho; certidão de nascimento de dependentes; certidão de casamento; comprovante de residência recente; e holerite dos últimos dois meses.

Créditos: Tem Londrina

Página 1 de 2
REDES SOCIAIS:
Image
Image
RÁDIO NORTE 100.3
CONTATO@RADIONORTELONDRINA.COM.BR
(43) 3367-4003

Um novo conceito em rádio!
Image
RÁDIO NORTE 100.3
CONTATO@RADIONORTELONDRINA.COM.BR
(43) 3367-4003

Um novo conceito em rádio!
Image